Até taxa aeroportuária é sigilosa nos gastos do cartão corporativo de Bolsonaro

Mesmo não tendo viajado qualquer membro da família do presidente Jair Bolsonaro de Wuhan, na China, para o Brasil, o governo brasileiro mantém escondidos gastos com as taxas aeroportuárias na operação que buscou 34 brasileiros na cidade chinesa, em fevereiro, quando o país asiático ainda era o epicentro do coronavírus. Os pagamentos foram classificados como sigilosos pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI). A viagem, feita … Continuar lendo Até taxa aeroportuária é sigilosa nos gastos do cartão corporativo de Bolsonaro