Moro apresentou à PF áudios, e-mails e conversas que teve com Bolsonaro


Moro chegou na Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba, no Paraná, próximo às 14h desse sábado, 2, e deixou o local por volta de 23h. De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, Moro apresentou à PF áudios, e-mails e conversas que teve com Bolsonaro durante seu tempo como ministro.

Segundo o ex-ministro de Justiça e Segurança Pública, Bolsonaro tentou interferir politicamente nas investigações da PF (Polícia Federal). No depoimento, o ex-juiz reafirmou as alegações. Caso Moro não comprove suas acusações, poderá ser responsabilizado por calúnia e denunciação caluniosa.

O inquérito, conduzido pelos delegados Christiane, Igor e Márcio Anselmo, parceiros de Moro na Lava Jato, foi aberto junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) à pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras. O relator é o ministro da Corte Celso de Mello.

O ex-juiz teve seu depoimento acompanhado por 3 procuradores, João Paulo Lordelo, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita, todos eles designados pelo chefe da Procuradoria Geral da República, Augusto Aras.

Leia matéria completa da Folha de São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.