Bolsonaro inclui igrejas como prestadoras de serviços essenciais


Jair Bolsonaro ampliou a lista de serviços considerados essenciais em decreto publicado hoje, 26, entre eles templos religiosos e lotéricas. Dessa forma, esses locais poderão funcionar apesar de restrições impostas por governos estaduais e municipais para conter a proliferação do novo coronavírus no país.

O decreto de hoje é uma atualização do publicado em 20 de março, em que o presidente estabelece regras “sobre o funcionamento de serviços públicos e atividades essenciais”. Os templos e as lotéricas não constavam naquela relação.

Por ser decreto, a decisão tem validade imediata e não precisa de aprovação do Congresso Nacional.

Esta é mais uma decisão controversa do presidente que polemizou há dois dias após minimizar a doença, classificando-a como uma “gripezinha” e pedindo que as pessoas voltem a circular, algo criticado por médicos, especialistas e lideranças mundiais.

A abertura de templos religiosos havia sido barrada por algumas cidades e estados para evitar a aglomeração e a reunião de muitos idosos, grupo considerado de risco, seguindo orientações de órgãos internacionais e do Ministério da Saúde.

Grupos religiosos haviam entrado na Justiça para conseguir manter a abertura de seus templos, como o pastor Silas Malafaia, aliado de Bolsonaro.

O pastor adverte que não está liberado a realização de culto, mas o acesso aos fiéis para atendimento espiritual.

Além de liberar o funcionamento de lotéricas e dos templos religiosos, o novo decreto também torna essenciais serviços como fiscalização do trabalho, geração e transmissão de energia, produção de petróleo, atividades de pesquisa científica e laboratoriais e atividades médico-periciais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.