A semana em minutos

Notícias que foram destaques na semana


 Dia 4

Em mais um capítulo da horrorosa novela protagonizada pelo presidente da República que quer nomear o filho a embaixador nos Estados Unidos, no domingo passado Bolsonaro disse que o Senado por barrar a nomeação do filho, mas insinuou que poderia nomeá-lo ministro das Relações Exteriores, ocupada hoje por Ernesto Araújo.

Mais uma vez o mandante do país, com sua nada polida língua, deixa claro que elevar o status do filho é uma obsessão sua, algo que nada tem a ver com uma decisão técnica e política exigida em casos como este. Chegou a dizer, durante entrevista à jornalista Leda Nagle, que o indicado à embaixada tem que ser filho de alguém e concluiu: por que não o meu?

O par sai por R$ 60,00 (frete incluso)

Donald Trump enviou carta de próprio punho ao Planalto concordando com o nome de Dudu para embaixador em seu país, mas o nº 3 de seu Jair terá que passar na sabatina do Senado, demonstrando que é tão bom em relações internacionais quanto, por exemplo, os 1.570 diplomatas que hoje trabalham no Itamaraty. Pelo menos é o que reza a cartilha.

Jair Bolsonaro continua agindo como o deputado medíocre e falastrão que sempre foi. Entretanto, esperar dele, com sua ululante incapacidade intelectual, a consciência do que é ser um presidente da República em apenas seis meses é realmente querer demais.

Dia 5

Mais um bandido do PT vai para o regime aberto. Antonio Palocci usará tornozeleira eletrônica, mas deverá estar em casa todas as noites, sendo que aos finais de semana não poderá colocar o nariz pra fora de casa.

Palocci foi, dentre outras coisas, ministro de Lula e de Dilma e condenado a quase 10 anos por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele era um dos “satélites” que orbitava o chefe da quadrilha, atualmente preso numa sala da sede da Polícia Federal em Curitiba.

E por falar em Lula, graças a decisão de 10 dos 11 ministros do STF, ele continuará hospedado na capital paranaense. A juíza federal Carolina Lebbos determinou que Lula fosse transferido para o presídio de Tremembé, em São Paulo, local onde moram ou moraram Elize Matsunaga, Suzane Richtofen, casal Nardoni, dentre outras personalidades que ficaram famosas por protagonizarem crimes hediondos.

Dia 6

O novo diretor do Inpe, o coronel da Aeronáutica da reserva Darcton Damião, concedeu entrevista ao Estado e disse que o órgão terá transparência total na divulgação dos dados, mas seu chefe, o ministro-astronauta Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, após praticamente jogar por terra todo seu excepcional histórico ao servir de capacho de Bolsonaro ao demitir o físico Ricardo Galvão da diretoria do órgão, deu mais uma cusparada em seu currículo ao dizer que os dados do Inpe serão publicados em formato que seja melhor para o Ibama, o que nas entrelinhas quer dizer que aumentos absurdos de desmatamentos, como os 278% ocorridos em julho, não serão divulgados como sempre foi feito.

Enquanto um fala em transparência, o outro admite que nem tudo será tão transparente assim.

– Marcos Pontes, sua história é muito maior que seu cargo. Pense nisso!

Dia 7

A Câmara dos Deputados aprovou o texto principal da reforma da Previdência por 370 votos contra 124. O texto já foi entregue ao presidente do Senado Davi Alcolumbre que promete agilizar o processo de votação e há promessas de que o martelo seja batido em até 60 dias.

Vou agora repetir o placar da votação: 370 a favor e 124 contra.

Fez os cálculos? 370 + 124 = 494

Mas há 513 deputados. Por onde andaram os 19 que faltaram a tão importante votação?

No Congresso há sessões extraordinárias onde não é obrigatória a presença do parlamentar, e as sessões ordinárias, cuja presença é obrigatória. A votação da reforma da Previdência foi uma ordinária e, portanto, os 513 deveriam estar presentes.

Mas sempre tem aquele que vai apresentar atestado médico para justificar a falta, ou outro que esteve viajando para cumprir compromissos oficiais, mas tem aqueles que faltam e não estão nem aí.

O Instituto OPS fez o levantamento da assiduidade dos nobres deputados federais no primeiro semestre e descobriu que teve deputado que faltou a mais da metade das 86 sessões ordinárias que houve no período.

Os maiores faltões da Câmara, contabilizando faltas justificadas e não justificadas, são:

Paulo Freire Costa (PL-SP); Vinícius Gurgel (PL-AP); Assis Carvalho (PT-PI); Giacobo (PL-PR) e Sebastião Oliveira (PL-PE).

Se considerarmos o ranking daqueles que não justificaram coisa alguma, tempos:

José Priante (MDB-PA); Guilherme Mussi (PP-SP); Luciano Ducci (PSB-PR) e Marcelo Aro (PP-MG).

Dos partidos com quatro ou mais deputados, o que menos teve falta é o Novo com 4,07%. Os deputados têm até 30 dias para justificar suas ausências e quem abusa do prazo é o nanico Guilherme Mussi que há anos sobe ao pódio dos mais faltosos da Câmara.

O levantamento está disponível para quem quiser, desde que faça uma doação ao Instituto no valor que desejar.

Agora eu pergunto a você: se você tivesse que estar presente na empresa onde trabalha apenas 86 vezes num semestre, mas faltasse 35, 40, 47 vezes… você ainda estaria empregado?

Dia 8

O ex-ator Alexandre Frota está de malas prontas para se mudar de partido. O garanhão das Brasileirinhas andou se estranhando com o partido depois que criticou a indicação de Dudu Bolsonaro para embaixador nos EUA, além de ter deixado de votar na reforma da Previdência como havia sido determinado pela direção do PSL. Carla Zambelli, deputada da mesma sigla, chegou a pedir a expulsão de Frota do partido.

Porém, tudo leva a crer que Xandão do Jontex vai adentrar pela porta da frente do partido DEM. Rodrigo Maia, presidente da Câmara, é quem está alinhavando sua transferência e tem total apoio do presidente do partido, ACM Neto.

Se as previsões se concretizarem, Xandão do Jontex vai sair pela porta dos fundos do partido do presidente Bolsonaro.

Dia 9

Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz mostrou que mais de 2 milhões de brasileiros têm traços de dependência do álcool e de acordo com este mesmo estudo, a percepção do brasileiro é que o crack é a droga com maior índice de mortes no país.

Infelizmente, no Brasil 5 pessoas morrem por hora no trânsito e parte considerável dos acidentes foi causada por motoristas que dirigiram depois de beber. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, em 2016 mais de 3 milhões de pessoas morreram em decorrência do consumo de álcool.

O consumo de álcool é permitido no Brasil a partir dos 18 anos e não há nada de errado em beber algo de vez em quando. O problema é achar que o principal problema em dirigir sob efeito do álcool é ser multado numa blitz.

Se você é um desses motoristas, sugiro pensar um pouco mais sobre o assunto e considerar que você pode sim, ser multado. E você pode até pagar a multa. Mas pense muito bem se você poderá conviver com a morte de um pai de família ou de uma criança que passeava de bicicleta na calçada.

Tem coisas que o dinheiro não paga.

Dia 10

Vamos encerrar o vídeo desta semana com uma notícia vinda de Londrina, no Paraná.

Margareth, uma motorista particular, descobriu dois tumores na cabeça e precisava ser operada com urgência, entretanto, ela não tinha o dinheiro suficiente para bancar a cirurgia.

Resolveu rifar o seu carro e durante dois meses percorreu as ruas da cidade para vender os bilhetes. Com dinheiro em mãos, Margareth foi operada, ficou em coma na UTI do hospital, mas se reergueu.

Chegou o dia de entregar as chaves ao ganhador do carro, o aposentado Célio Pereira de Carvalho. Cumprindo a promessa que havia feito à Margareth, Seu Célio devolveu as chaves do carro e ganhou um abraço fraterno da guerreira Margareth.

Que o coração do brasileiro sempre fale mais alto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.