opinião

Entre hackers, Inep e paraíbas


A Semana em Minutos – notícias que foram destaques na semana, de 21 a 27 de julho de 2019

Dia 21

Depois de generalizar nordestinos como “paraíba” e de deixar claro que o governador do Maranhão não terá facilidades em seu governo, Bolsonaro foi até Vitória da Conquista, na Bahia, para inaugurar o Aeroporto Glauber Rocha. O presidente disse que não generalizou o povo nordestino, mas que sua fala foi para se referir a governadores da esquerda.

Reação contrária ao infeliz discurso surgiu de vários lugares e de várias personalidades, como a espetacular Alcione que publicou um vídeo em sua conta no Instagram mandando um recado muito justo ao destrambelhado presidente.

Assista ao invés de ler

Nada de novo até aqui. Foi apenas mais um tropeço verbal do chefe do Executivo que perde seguidas vezes grandes oportunidades de se manter em silêncio.

Dia 22

O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) publicou um aumento de 68% no desmatamento da Amazônia na primeira quinzena do mês de julho, em comparação ao mesmo período de 2018. Com o resultado pra lá de péssimo, Bolsonaro vestiu as luvas de boxe e partiu pra cima do diretor da entidade, Ricardo Galvão, acusando-o de estar a serviço de alguma ONG.

Bolsonaro disse que a publicação é uma propaganda negativa do Brasil no exterior e quer que novos relatórios passem pela análise prelimitar do Planalto para, segundo ele, “checar dados”. Lamentavelmente, o astronauta-ministro Marcos Pontes endossou o presidente que duvidou dos dados do mundialmente respeitado instituto.

Não é de se estranhar que o presidente fique furioso com dados que vão contra o país que governa, mas daí a questionar a competência de um órgão como o Inpe, e até insinuar que novas informações deverão passar pelo crivo do Planalto, é dar um passo rumo à censura.

E por falar em censura, Bolsonaro está querendo acabar com a Ancine e um dos motivos é por não concordar com o investimento em filmes que, segundo ele “atentam contra a família”, e citou o Bruna Surfistinha.

Isso me faz lembrar dos tempos em que tudo que assistíamos na TV, no teatro e no cinema tinha uma informação como esta.

Dia 23

A Polícia Federal prendeu quatro suspeitos de terem invadido os celulares de autoridades dos três poderes, inclusive do ministro Sérgio Moro.

O que parecia ser apenas mais um crime cibernético, o caso do ataque de hackers está se transformando numa verdadeira novela mexicana que envolve Moro, ministros do STF, OAB, procuradores da República, opinião pública, papagaio, periquito….

De acordo com reportagem da Folha, Sergio Moro ligou para algumas autoridades que também foram hackeadas, como Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre, Bolsonaro e Dias Tóffoli garantindo que as mensagens serão apagadas.

A informação gerou forte reação pelos seguintes motivos:

Moro não poderia receber informações sobre o inquérito, que é sigiloso.
2º Só o Judiciário, que supervisiona as investigações, pode decidir o que fazer com as provas coletadas na busca e apreensão feita na casa dos hackers.

Até mesmo a presidente do PT resolveu pegar carona nesse rabo de foguete ao pedir a prisão de Moro à PGR. Gleisi Hoffmann enviou documento à procuradoria da República pedindo que seja aplicada uma multa ao ex-juiz Moro, detenção de até seis meses e perda do exercício a cargos públicos por três anos.

Moro é um homem inteligente, mas sua convivência com Bolsonaro tem lhe emburrecido um pouco, assim como aconteceu com Marcos Pontes ao endossar o questionamento do presidente sobre os resultados do Inpe.

Como já dizia minha avó: Quem com porcos anda, farelo come.

Dia 24

A força tarefa da OPS que está auditando 700 notas fiscais de deputados na Operação Tanque Furado já encontrou perto de 20 novas irregularidades no uso do dinheiro público, que vão desde nota fiscal cancelada até ressarcimento de quando o deputado nem havia sido eleito.

Dia 25

Como visto em filmes, uma quadrilha roubou 720Kg de ouro de uma empresa de transporte de valores no aeroporto de Guarulhos. O bando se disfarçou de policiais federais e usou duas viaturas clonadas. Nenhum tiro foi disparado durante a ação, que durou cerca de dois minutos e meio.

Segundo a Polícia Civil e a Militar, os ladrões tomaram a família de um funcionário da empresa como refém na véspera do assalto para forçá-lo a colaborar com informações para a ação criminosa.

Até agora nenhum partido político reivindicou a ação.

Dia 26

O ministro Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, confirmou que o governo brasileiro formalizou o primeiro passo para a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP para o comando da embaixada brasileira em Washington, capital dos EUA.

De acordo com o ministro, o agrément já foi entregue ao governo americano…

Agrément: consentimento de um Estado para que determinado diplomata estrangeiro seja nomeado para função em seu território.

Se o governo americano der o OK para Dudu e se Bolsonaro pai der prosseguimento a essa manobra política, que nada tem a ver com indicar um diplomata para exercer um importantíssimo cargo público, no mais importante país do mundo, Dudu Bolsonaro deverá passar por uma sabatina no Senado, onde certamente será aprovado.

Certamente, digo, pela influência do pai e não por ser o mais bem preparado brasileiro ao cargo.

E muitos aqui achavam que o Seu Jair faria uma nova política.

Dia 27

Para finalizar o este resumo semanal, uma boa notícia para acalmar os ânimos.

Em Marília, interior de São Paulo, um comerciante perdeu sua carteira com R$ 5 mil em dinheiro e R$ 10 mil em cheques. Consternado pelo aparente prejuízo, foi embora do posto de gasolina onde estava, na certeza de que jamais teria seu dinheiro de volta.

O que Guilherme Henrique não sabia é que sua carteira havia sido encontrada por Mauro, de 62 anos, que trabalha como chapa – ajudante de caminhoneiro. Mauro encontrou a carteira numa mureta do posto e se assustou ao ver que dentro havia mais dinheiro que seu recebimento de ano inteiro, ainda que trabalhasse de domingo a domingo.

Seu Mauro saiu à procura do dono da carteira e com a ajuda do dono do posto de gasolina, encontrou Guilherme que mal pode acreditar ao ver a carteira com cada centavo dentro.

Que atitudes como as de seu Mauro cheguem a cada canto deste país.

Em nome do Instituto OPS, parabenizo seu Mauro dela honrada atitude.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.