STF barra viagem de Acir Gurgacz ao Caribe


Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou a autorização dada pela Justiça do Distrito Federal para que o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) desfrutasse de suas férias no Caribe.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, considerou que a liberação para viagem do Senador, que exerce o mandato enquanto cumpre pena em regime aberto por condenação no próprio Supremo, incompatível com a punição imposta a ele, já que ele tecnicamente ele está em prisão domiciliar. Ele também terá de entregar seu passaporte à Justiça.

Em decisão da juíza Leila Cury, da Vara de Execuções Penais, Acir Gurgacz havia recebido autorização para passar férias em um resort na ilha de Aruba, no Caribe, durante o recesso parlamentar, de 17 de julho a 3 de agosto, onde se hospedaria no Renaissance Aruba Resort & Casino, complexo de luxo onde a diária média custa R$ 4 mil.

A Condenação

Segundo a acusação do Ministério Público Federal (MPF), o senador solicitou financiamento de R$ 1,5 milhão ao Basa, em 2002, quando era diretor de uma empresa de ônibus. Durante a operação, diz o MPF, houve uso irregular da verba destinada à compra de combustível, além de fraude na própria contratação do empréstimo. O senador sempre alegou inocência.

Um comentário sobre “STF barra viagem de Acir Gurgacz ao Caribe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.