Política

STF barra viagem de Acir Gurgacz ao Caribe


Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou a autorização dada pela Justiça do Distrito Federal para que o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) desfrutasse de suas férias no Caribe.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, considerou que a liberação para viagem do Senador, que exerce o mandato enquanto cumpre pena em regime aberto por condenação no próprio Supremo, incompatível com a punição imposta a ele, já que ele tecnicamente ele está em prisão domiciliar. Ele também terá de entregar seu passaporte à Justiça.

Em decisão da juíza Leila Cury, da Vara de Execuções Penais, Acir Gurgacz havia recebido autorização para passar férias em um resort na ilha de Aruba, no Caribe, durante o recesso parlamentar, de 17 de julho a 3 de agosto, onde se hospedaria no Renaissance Aruba Resort & Casino, complexo de luxo onde a diária média custa R$ 4 mil.

A Condenação

Segundo a acusação do Ministério Público Federal (MPF), o senador solicitou financiamento de R$ 1,5 milhão ao Basa, em 2002, quando era diretor de uma empresa de ônibus. Durante a operação, diz o MPF, houve uso irregular da verba destinada à compra de combustível, além de fraude na própria contratação do empréstimo. O senador sempre alegou inocência.

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.