freando no pardalPolítica

Velocidade média de veículos já está em fase de testes em Brasília


O famoso jeitinho brasileiro de frear ao chegar nos pardais (é assim que chamamos os radares fixos em Brasília) está com os dias contados. o DER-DF começou a testar, neste dia 10, a fiscalização por meio da velocidade média, uma forma eficiente de evitar o fenômeno de frear antes e acelerar depois de radares fixos.

A leitura e identificação da placa veicular em dois pontos sucessivos com a informação do horário em que os veículos cruzam estes pontos permite o cálculo da velocidade média desenvolvida no trecho.

No Brasil, a aplicação de penalidade por meio de velocidade média ainda não é regulamentada. No entanto, a Advocacia Geral da União (AGU) emitiu o parecer n° 00679/2017/CONJUR-MCID/CGU/AGU, no qual concluiu que qualquer órgão que venha a compor o Sistema Nacional de Trânsito poderá promover a fiscalização da velocidade média dos condutores de um ponto a outro de determinada via, desde que tal fiscalização tenha como objetivo promover a educação no trânsito.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Com esse parecer, no final de 2017 a cidade de São Paulo, por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego começou a notificar os proprietários de veículo cuja velocidade média fosse superior à velocidade limite da via, sendo a primeira experiência realizada no Brasil.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal – DER/DF – conta com um sistema de monitoramento de veículos que permite calcular a velocidade média de veículos em determinados segmentos. A tecnologia OCR – do inglês optical character recognition – ou reconhecimento óptico de caracteres já está inserida em diversas rodovias do Sistema Rodoviário do Distrito Federal.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Dentro das ações do Maio Amarelo, o DER/DF iniciará duas ações educativas para a redução da velocidade média em quatro trechos experimentais. A primeira ação consiste em avisar aos usuários dos respectivos trechos que a via está sendo monitorada por meio de velocidade média. Esta ação terá a duração de 10 dias.

Após este período, condutores que forem flagrados com velocidade média superior à velocidade de tolerância receberão uma carta de notificação sobre o excesso de velocidade detectado. A notificação não gera multa e nem pontos na carteira, mas adverte ao motorista sobre o perigo de transitar com velocidade excessiva.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

As ações educativas serão monitoradas durante um período de até dois meses. Ao final do período o DER/DF emitirá relatórios que serão importantes para avaliação de políticas públicas de segurança viária. Abaixo os segmentos que serão avaliados inicialmente:

RodoviaTrechoSentidoN° veículos/dia
DF-002 (EIXÃO)Km 2,4 a km 5,8Ponte do Braguetto39.000
DF-009 (EPPN)Km 5,2 a km 1,8Ponte Braguetto9.000
DF-095 (EPCL)Km 0,8 a km 6,8Taguatinga36.000
DF-095 (EPCL)Km 7,5 a km 0,6EPIA33.000

Categorias:Política

Marcado como:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.