Maldita verba indenizatória ajuda a pagar campanha eleitoral

Deputados usaram irregularmente verba pública para bancar despesas de campanha


Usando recursos públicos da verba indenizatória, deputados bancaram despesas com combustíveis e hospedagens durante suas campanhas eleitorais do ano passado, o que é ilegal.

De acordo com regras internas da Câmara dos Deputados, a verba indenizatória, que é uma prerrogativa dos parlamentares do Congresso Nacional e que serve exclusivamente para custear despesas de mandato, não pode ser utilizada para outro fim.

Ato da Mesa Nº 43 de 2009 – Art. 15 – Não serão permitidos gastos de caráter eleitoral.

Além disso, lei federal determina que só é permitido utilizar dinheiro público do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha – FEFC para custear despesas de campanha.

A Operação Política Supervisionada criou em novembro passado mais uma fiscalização colaborativa batizada de Cotão na Eleição, onde cidadãos participam levantando dados e investigando o uso irregular do dinheiro público.

Como resultado, gastos de campanha dos parlamentares Vander Loubet (PT-MS), Arthur Lira (PP-AL) e Norma Ayub (DEM-ES) foram considerados pela OPS como irregulares. O trabalho de fiscalização continua e é esperado que mais uma dezena de parlamentares estejam na mesma situação.

Entenda os casos de cada um dos parlamentares no final da página.

Como parte do processo de fiscalização, a OPS está convocando toda a sociedade para preencher este formulário de abaixo-assinado para que, juntamente com todas as informações das irregularidades cometidas pelos deputados, seja entregue a cada parlamentar exigindo a devolução dos recursos ao erário.

Depois de dez dias e na hipótese de o parlamentar não se manifestar positivamente, a OPS encaminhará o caso à Câmara dos Deputados para que se tome as providências cabíveis, além de enviar ao Ministério Público Federal (MPF).

O Cotão na Eleição continua e você pode fazer parte deste trabalho. Baixe este aquivo em PDF ou assista a este vídeo e veja como é fácil fiscalizar os deputados que foram reeleitos.

Veja os detalhes das irregularidades encontradas de cada parlamentar e suas manifestações.

Arthur Lira (PP-AL)
Valor gasto indevidamente R$ 462,41
Leia

Norma Ayub (DEM-ES)
Valor gasto indevidamente R$ 1.514,87
Leia

Vander Loubet (PT-MS)
Valor gasto indevidamente R$ 4.262,46
Leia

Para exigir a devolução dos valores indevidamente utilizados pelos deputados Vander Loubet ( R$ 4.262,46), Norma Ayub (R$ 1.514,87) e Arthur Lira (R$ 462,41), o que gera um montante de R$ 6.239,74, preencha o formulário abaixo. Esta relação será anexada ao documento que será entregue a cada um dos parlamentares aqui citados até o dia 21 de fevereiro de 2019.

Um comentário sobre “Deputados usaram irregularmente verba pública para bancar despesas de campanha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.