Mais de R$ 100 mil para cada senador eleito


Para “compensar as despesas com mudança e transporte”, os 8 senadores reeleitos receberão um mimo em janeiro no valor de R$ 101.289,00, o equivalente a três salários dos congressistas. Isso porque, além do subsídio referente àquele mês, esses congressistas receberão duas vezes o valor de R$ 33.763, referente à chamada “ajuda de custos”.


Você pode ajudar a frear este mimo. Veja no final desta página.


O pagamento é feito sempre no início e no fim do mandato. Por isso, os oito senadores reeleitos têm direito a recebê-la duas vezes. É o caso de: Ciro Nogueira (PP-PI); Eduardo Braga (MDB-AM); Humberto Costa (PT-PE); Jader Barbalho (MDB-PA); Paulo Paim (PT-RS); Petecão (PSD-AC); Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e Renan Calheiros (MDB-AL). Desses, só Braga e Randolfe informaram publicamente que vão abrir mão do auxílio.

A ajuda de custos começou a ser paga em 2013 por meio de decreto legislativo promulgado pelo então presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (MDB-AL), um dos que será beneficiado pelo pagamento “triplo” em janeiro.

Na época a medida foi uma forma de acabar com o 14º e o 15º salários pagos aos congressistas todos os anos. Os dois pagamentos extras que os parlamentares recebiam só caíram após pressão popular.

Ajuda de custo para mudar o que não se mudou

A ajuda de custo deveria servir para ajudar com as despesas de mudança no novo senador para a capital do país. Mas seria justo que aqueles que já estão em Brasília devidamente acomodados receberem o benefício?

O senador Petecão (PSD-AC) disse ao Congresso em Foco que não vai dispensar a verba indenizatória porque em seu estado, o Acre, “não tem muita estrutura”. O congressista disse ainda que em sua concepção não está cometendo nenhum tipo de crime pelo fato de a verba estar dentro do regimento. “Se a Mesa [diretora] cortar para todos, aí tudo bem”, afirmou.

Na contramão do discurso de Petecão e Humberto Costa (PT-PE), que também disse não ver problemas em receber o mimo, os senadores Randolfe Rodrigues e Eduardo Braga devolverão a ajuda de custos por  considerar injusto que o cidadão pague por despesas que não existirão.

Veja a lista de e-mails dos senadores que ainda não se colocaram contra o recebimento do mimo, caso você queira enviar uma mensagem de repúdio a eles.

Deputados que viraram senadores e vice-versa

Deputados federais eleitos para o SenadoSenadores eleitos para a Câmara
Major Olímpio (PSL -SP)Gleisi Hoffmann (PT-PR)
Mara Gabrilli (PSDB- SP)Aécio Neves (PSDB-MG)
Esperidião Amin (PP-SC)Lídice da Mata (PSB-BA)
Jorginho Mello (PR-SC)José Medeiros (Pode–MT)
Weverton Rocha (PDT-MA)
Eliziane Gama (PPS-MA)
Arolde de Oliveira (PSD-RJ)
Irajá Abreu (PSD-TO)
Izalci Lucas (PSDB-DF)
Jarbas Vasconcelos (MDB-PE)
Luiz Carlos Heinze (PP-RS)
Marcelo Castro (MDB-PI)
Marcos Rogério (DEM-RO)
Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
Veneziano Vital do Rego (PSB-PB)
Zenaide Maia (PHS-RN)

Com informações do Congresso em Foco (repórter Ana Krüger)


2 comentários sobre “Mais de R$ 100 mil para cada senador eleito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.