Em quem não devo votar em 2018 – Anibal Gomes


Aníbal Gomes é um carioca radicado no Ceará e cumpre seu sexto mandato como deputado federal. Agricultor e dentista, o nobre deputado é um velho conhecido do Supremo Tribunal Federal. Ele é réu na Ação Penal 1002 por corrupção, peculato, lavagem de dinheiro, crimes contra a administração e formação de quadrilha.

Nessa ação penal é acusado de receber R$ 3 milhões que resultaram de um acordo entre a Petrobras e um sindicato. A assessoria diz que ele não tem qualquer relação com a Lava Jato e que jamais praticou ilegalidade.

Veja outros vídeos da série “Em quem não devo votar em 2018”

Ainda tem contra ele quatro inquéritos, os de números 3993, 3984, 4371 e 4216, dos quais é acusado de praticar crimes de lavagem ou ocultação de bens, peculato e corrupção passiva. Novamente a assessoria do deputado diz que ele jamais praticou ato ilegal.

Com o dinheiro público da maldita verba indenizatória, Aníbal já nos fez pagar mais de um milhão de reais desde o início da atual legislatura, mas já passa de R$ 3,2 milhões desde 2009.

No início do mês de fevereiro desse ano, a Procuradoria Geral da República pediu a prisão do deputado no STF, a quem acusa de ter recebido os R$ 3 milhões em propina.

Anibal Gomes não é muito dado à assiduidade. Das 119 sessões que deveria participar na Câmara no ano passado, o nobre parlamentar não compareceu a 40 delas, mas ainda assim conseguiu justificar 25. Já em 2016 o deputado conseguiu a façanha de comparecer a apenas 30% das 66 sessões que deveria se fazer presente. Isso mesmo, foram 46 faltas, sendo 40 justificadas.

Ajude financeiramente este projeto!

Você já imaginou faltar ao trabalho tanto assim? Seu chefe o veria da mesma forma que antes? Você ainda teria o seu emprego? Você contrataria um funcionário que costuma faltar ao trabalho tanto assim?

Mas na “casa do povo” as coisas são mais amenas e as faltas, depois de justificadas, são abonadas sem nenhum questionamento. Simples assim! Ah, o salário de um deputado é de R$ 33,7 mil.

O deputado não parece usar redes sociais, mas não economiza quando o assunto é “divulgar o seu mandato” em Tvs. Foram R$ 90 mil reais na atual legislatura para a produção de programa de TV em que divulgou o seu belo trabalho parlamentar. Talvez ele tenha feito algo nos raros dias em que trabalhou.

Conheça o Projeto Novo Eleitor

Nas eleições de 2014 o deputado declarou ter guardado consigo a bagatela de R$ 1,8 milhão de reais “em espécie”, tendo utilizado parte dele para custear sua campanha. Estranha mania de guardar dinheiro.

Anibal Gomes se encaminha para 24 anos como deputado federal e suas pendências na Justiça, ainda que não tenha havido julgamento, o fazem um ótimo candidato à aposentadoria.

O Projeto Novo Eleitor sugere que políticos com perfil similar ao de Aníbal Gomes não receba mais votos, pois assim ele perderia o famigerado foro privilegiado além de dar lugar a alguém que diferentemente dele, possa trabalhar todos os dias que houver sessões no parlamento.

Eleitores do Ceará, em 2018 não dê seu voto a Aníbal Ferreira Gomes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.