Brasil assume liderança em ranking de propina nos EUA


Pela primeira vez o Brasil está liderando o ranking feito por um site americano como o país mais citado por empresas investigadas sob suspeita de pagar propina nos Estados Unidos. A lista foi feita pelo site americano anticorrupção FCPA (Foreign Corruptions Practices Act).

O Brasil foi citado 19 vezes como o país em que empresas que operam legalmente pagaram propina. O número de menções ao país praticamente dobrou desde 2015, quando apareceu dez vezes. A China é a segunda colocada na lista, com 17 menções. Iraque aparece em terceiro. Angola, Nigéria, África do Sul e Síria também aparecem no levantamento.

Os dados forame extraídos de investigações do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, equivalente ao Ministério da Justiça brasileiro, e da SEC (Securities and Exchange Commission), o órgão que regula o mercado de capitais naquele país e corresponde à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Este é o terceiro ano que o ranking é feito nos Estados Unidos. Nos dois primeiros anos (2015 e 2016) a China liderava, o Brasil aparecia em segundo lugar e a Rússia em terceiro.

O ranking só considera menções ao país em que houve pagamento de suborno em apurações que estão em curso entre 31 de dezembro de 2016 e o final de 2017. Sendo assim, a Odebrecht e a Braskem não figuram das 81 empresas que estão sob investigação nos EUA. Ambas fecharam acordos com as autoridades americanas em dezembro do ano passado para encerrar os processos contra elas.

POR CONGRESSO EM FOCO
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s