Um partido chamado Odebrecht


Uma das maiores empreiteiras do mundo, a Odebrecht concretizou o maior pesadelo que políticos brasileiros e corruptos poderiam ter: formalizou o acordo de leniência no último dia 1º, tornando assim a maior delação premiada do mundo.

size_810_16_9_odebrechtA megaempresa já se comprometeu a pagar quase R$ 7 bilhões em multas nos próximos vinte anos, sendo esta a maior indenização paga por uma empresa brasileira por atos de corrupção.

A delação deverá envolver centenas de políticos e por isso mesmo está sendo apelidada de “delação do fim do mundo”. Informações preliminares dão conta de que estão na mira dos delatores o ex-presidente Lula, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), os governadores Geraldo Alckmin (PSDB), Fernando Pimentel (PT), e Luiz Fernando Pezão (PMDB).

Se os parlamentares da tal lista formassem um partido político, ele seria maior que todos os outros em número de governadores (8), teria a segunda maior bancada no Senado (16) e a terceira na Câmara dos Deputados (55).

Mas não é só do X9 da Odebrecht que se alimenta a instabilidade política brasileira. Depois de pedir favor pessoal servindo-se da importante posição política que ocupa, Michel Temer pode estar com os seus dias contados à frente do comando do país.

Circula, em bocas miúdas, que uma bomba cairá no colo de Temer em breve e que o tal pedido de favor em benefício do suíno Geddel é apenas3patetas uma faísca no meio do incêndio que vem por aí. Há quem diga que Temer entrará janeiro no Planalto, mas não passará de março.

Andando por essas conjecturas descobriremos que o eventual substituto de Temer será escolhido pelo Congresso Nacional. Isso quer dizer que pessoas como Renan, Collor, Lúcio Vieira Lima, Alberto Fraga, Aníbal Gomes, dentre outros, decidirão quem governará o país até o fim de 2018.

Isto sim parece ser o fim do mundo, e parece mesmo haver fogo sob a fumaça. Já vimos FHC soprar aos ventos que há uma possibilidade de Temer cair e nomes como Nelson Jobim, Tasso Jereissati e do próprio FHC também já foram ouvidos como prováveis sucessores do presidente.

Assista ao vídeo

Talvez a emenda fique pior que o soneto, pois acreditar que a atual legislatura, formada por parlamentares que não gozam da credibilidade pública, consiga eleger alguém que agrade a maioria dos cidadãos e que recoloque o país nos trilhos é sinal de muita fé ou pouco conhecimento político.

Considerando a hipótese da queda de Temer a partir de 1º de janeiro, diga abaixo quem você acredita que poderá ser o próximo presidente do país.

Participe do fórum “Como Salvar o Brasil”

 

Anúncios

2 comentários sobre “Um partido chamado Odebrecht

  1. Porque estão votando no Bolsonaro ? Não é quem você acha que vai ganhar em 2018 nem quem você quer, se Temer cair (não acabar o mandato), o Congresso vai decidir o novo presidente! Até a galera que acompanha o Lúcio não sabe interpretar uma simples pergunta, Estamos perdidos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s