Por causa da eleição, ninguém pode ser preso a partir desta terça


A partir desta terça-feira (25), nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, exceto se for pego em flagrante ou alvo de sentença condenatória por crime inafiançável. A determinação, prevista no Código Eleitoral, começa cinco dias antes da eleição do próximo domingo (30) e vale até terça-feira (1º), 48 horas após a votação. No domingo, 18 capitais e outros 37 municípios voltarão às urnas para o segundo turno da disputa municipal. O objetivo da proibição é evitar prisões por motivos políticos.

Na prática, a medida afeta ações da Polícia Federal, como as da Operação Lava Jato, que só devem ser retomadas na semana que vem. A mesma restrição foi observada no primeiro turno, no último dia 2. A Polícia Federal prendeu o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci (PT) um dia antes da proibição imposta pela lei eleitoral.

POR CONGRESSO EM FOCO
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s