Dep. Maranhão pede para consultar Deus antes de decidir se reabre sessão


Após encerrar a primeira sessão em plenário após o afastamento de Edaurdo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA) recebeu um um grupo de deputados que pedia a reabertura dos debates e pediu “dois ou três minutos” para conversar com Deus antes de decidir o que fazer. O vídeo que mostra a indecisão do parlamentar foi publicado nas redes sociais do deputado Glauber Braga (PSOL-RJ).

Depois de ouvir a solicitação dos deputados que queriam a reabertura da sessão, o presidente interino falou que não escolheu “chegar onde chegou” e pediu a ajuda de todos. “Se me ajudassem, estariam ajudando o Brasil”, disse Maranhão.

O deputado Silvio Costa (PTdoB-PE) argumentou que Maranhão deveria começar bem o exercício do cargo que deve ocupar até 2017 e retomar a sessão. “O senhor não perde nada”, disse o parlamentar.

Waldir Maranhão, visivelmente incomodado com a situação, argumentou que não teria o direito de dividir a Casa. “Tenho o dever de buscar, nesse momento de crise, a superação”, disse ele.

O deputado é alvo de três inquéritos no STF. Um deles (3989), por lavagem de dinheiro, corrupção passiva e formação de quadrilha. O inquérito-mãe da Lava Jato, que reúne dezenas de outros parlamentares, dá conta de que Maranhão foi apontado pelo doleiro Alberto Yousseff como um dos deputados do PP que recebiam recursos desviados da Petrobras. Waldir Maranhão responde ainda a outros dois inquéritos (3784 3787), ambos relatados pelo ministro Marco Aurélio Mello, também por lavagem de dinheiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s