Temer diz que Dilma usa “mentira rasteira”


O vice-presidente Michel Temer classificou como “mentira rasteira” a declaração da presidente Dilma Rousseff de que ele revogará programas sociais, como o Bolsa Família caso assuma a Presidência da República. Por meio de sua conta no Twitter, o peemedebista fez crítica, ainda que sem citar o nome da petista, ao discurso veiculado por Dilma nas redessociais ontem à noite.

“Leio hoje nos jornais as acusações de que acabarei com o Bolsa Família. Falso. Mentira rasteira. Manterei todos os programas sociais”, respondeu o vice. “Só sairemos da crise se todos trabalharem pelo Brasil, não pelos seus interesses pessoais. Defendo a unificação e pacificação dos brasileiros. Não o caos, o ódio e a guerra”, acrescentou.

Michel Temer também refutou que sua eventual ascensão à Presidência representará o fim das investigações e punições da Operação Lava Jato, hipótese também levantada pela presidente. “A Lava Jato tem prestado importantes serviços ao país. Sou jurista e sei do papel fundamental da Justiça e do MP para o avanço das instituições”, rechaçou.

Em um pronunciamento de seis minutos e 39 segundos, Dilma voltou a atacar a oposição e, em estocada nos parlamentares investigados na Operação Lava Jato, disse que não é mencionada em listas de propina de qualquer esquema de corrupção. “Meu nome não está em nenhuma lista de propina. Tampouco sou suspeita de qualquer delito contra o bem comum. A denúncia contra mim em análise no Congresso Nacional não passa de uma fraude. A maior fraude jurídica e política da história de nosso país”, discursou Dilma, em referência indireta a listas como a que a Polícia Federal encontrou com um executivo da Odebrecht no fim de março – e que, como este site mostrou no dia 8 daquele mês, reúne mais de 300 nomes de 25 partidos, em que figuram 48 prefeitos, 33 vereadores e 23 deputados estaduais.

Em outro ponto do pronunciamento, Dilma se refere, sem citar nomes, aos artífices do que diz considerar “uma aventura golpista”. “Vejam quem está liderando este processo e o que propõem para o futuro do Brasil. Os golpistas já disseram que, se conseguirem usurpar o poder, será necessário impor sacrifícios à população brasileira. Com que legitimidade? Querem revogar direitos e cortar programas sociais como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida”, acrescenta a presidente, em outra referência indireta – desta vez a Temer, que vazou áudio em que, falando com se já fosse presidente da República, garantiu que não extinguiria programas como o Bolsa Família.

POR EDSON SARDINHA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s