Lava Jato investiga propina na construção do estádio do Corinthians


A Operação Lava Jato investiga o pagamento de propina de R$ 500 mil relacionada à construção da Arena Corinthians, palco da abertura da Copa do Mundo de 2014. O vice-presidente do clube, André Luiz de Oliveira, foi alvo de condução coercitiva – quando uma pessoa é levada a depor mesmo contra a sua vontade – nesta terça-feira (22).

Uma planilha apreendida pelos investigadores aponta pagamento de R$ 500 mil a alguém de codinome Timão, que a PF acredita ser Oliveira. O contato para o pagamento, de acordo com o documento, é Antônio Roberto Gavioli, diretor do contrato na Odebrecht Infraestrutura, vinculado à Arena Corinthians.

A planilha foi apreendida com Maria Lúcia Guimarães Tavares, apontada pela Lava Jato como uma das funcionárias da Odebrecht responsável pela gestão das propinas pagas pela empresa.

A construção da Arena Corinthians faz parte de um conjunto de obras realizadas pela Odebrecht nas quais o Mininistério Público Federal suspeita ter ocorrido pagamento de propinas. Além do vice-presidente do Corinthians, outras 27 pessoas foram levadas a depor em condução coercitiva nesta terça-feira (22), no âmbito da 26ª fase da Operação Lava Jato.

Ao deflagrar a nova fase, o Ministério Público Federal informou ter indícios de que a Odebrecht montou uma estrutura paralela, chamada de setor de operações estruturadas, responsável pela gestão das propinas pagas pelo grupo.

De acordo com a procuradora Laura Gonçalves Tesser, surgiram nesta 26ª fase da Operação Lava Jato, indícios de pagamentos indevidos em obras que ainda precisam ser analisados com mais profundidade. “Nessa fase foi observado que havia pagamentos direcionados as obras. E por isso foi feita a medida, mas ainda há muito a investigar”.

Procurada, a assessoria de imprensa do Corinthians informou que se manifestaria por meio de nota, o que não havia ocorrido até a publicação desta reportagem. A Odebrecht informou, sobre a 26ª fase da Lava Jato, que  “tem prestado todo o auxílio nas investigações em curso, colaborando com os esclarecimentos necessários”.

Do G1, em São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s