Política

Eduardo Cunha cita repasse de R$ 5 milhões a Temer


“Eduardo Cunha cobrou Leo Pinheiro por ter pago, de uma vez, para Michel Temer a quantia de R$ 5 milhões, tendo adiado os compromissos com a ‘turma'”, afirmou Janot, conforme a reprodução feita no documento assinado por Teori.

Foi do celular do dono da OAS, José Adelmário Ribero, que foram descobertas mensagens via WZapp entre Cunha e Temer, mensagens estas que colocam na berlinda o possível futuro presidente do país.

Segundo a denúncia, o montante foi pago de uma só vez, mas Cunha foi advertido por Léo Pinheiro para que ele tivesse cuidado para “não mostrar a quantidade de pagamentos aos amigos”.

O dinheiro entrou, conforme consta na denúncia de Janto, nas contas do PMDB e foi “esquentado” como sendo de doações de campanha.

Michel Temer enviou comunicado dizendo que jamais se beneficiou de recursos ilícitos e que o seu partido recebeu um valor parecido, mas de forma parcelada e que uma coisa não tem nenhuma relação com a outra.

Eduardo Cunha e a assessoria da construtora OAS preferiram o silêncio.

O cenário político brasileiro nunca esteve em situação tão caótica como agora. A presidente e seus três sucessores imediatos estão na mira do Ministério Público.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.